BLOG SUSTENTÁVEL

Marketing & Empreendedorismo
Tecnologia do Big Data

Tecnologia do Big Data: elemento eficaz na poupança de energia

Para usar o Big Data para reduzir o consumo de energia, primeiro é necessário controlar o seu uso nos edifícios e construções.

Com o crescimento da população nas grandes cidades, o consumo de eletricidade aumentará 60% nos próximos 20 anos, e por isso, é necessário criar soluções de eficiência energética, reduzindo o espaço físico dos geradores de energia e recorrendo ao uso das fontes de energias renováveis e limpas.

É isso que as grandes empresas líderes no desenvolvimento de tecnologia sugerem: a construção de edifícios inteligentes, com objetivo de reduzir os custos de consumo de energia e ao mesmo tempo reduzir as emissões de CO2 para o meio ambiente. Os edifícios do futuro vão obter mais vantagens através das soluções digitais com sistemas de gestão de energia e dispositivos da “Internet of Things” (IoT – Internet das coisas) conectados às redes e à nuvem.

Para aplicar o Big Data na redução do consumo de energia, primeiro é necessário controlar o seu uso nos edifícios, identificar os sistemas que utilizam mais eletricidade e implementar estratégias de poupança. Durante a monitorização é feita a recolha e armazenamento da informação.

É necessário implementar um sistema de gestão de energia e isso requer uma ferramenta poderosa capaz de armazenar e processar grandes quantidades de dados.

Com o Big Data é possível obter uma poupança e eficiência na energia elétrica. Será possível ter acesso a toda a informação, de forma detalhada, graças à disponibilidade de dados históricos e informações em tempo real através de computadores ou dispositivos móveis.

Empresas como a sueca-suíça ABB, implementou essa tecnologia em vários edifícios na Europa e Ásia, como a Biological House na Dinamarca, a Igloo Hotel na Finlândia, a Volante Tower no Dubai, bem como a alemã Siemens também tem participação ativa neste mercado.

Entre os maiores benefícios deste sistema está a capacidade de passar perfeitamente de um edifício inteligente para outros, o que beneficia as empresas com várias sucursais.

Além disso, todos os componentes inteligentes conectados com uma arquitetura comum, oferecem relatórios e análises para detectar as áreas que desperdiçam mais energia, de forma a solucionar o problema.

Este sistema também pode decidir seu foco na manutenção do edifício com os custos mais elevados e substituir ou reparar alguns componentes para aumentar a eficiência.

Os dispositivos conectados permitem uma poupança de energia e nos custos operacionais de até 30%.

O uso do Big Data e da nuvem para gerenciar os edifícios têm como objetivo reduzir as despesas operacionais. Se existir uma interface baseada na nuvem e ainda um sistema de recolha de dados,  garantirão uma recuperação rápida e terão uma melhor eficiência energética.

Como é possível economizar energia usando o Big Data?

Implementar medidores inteligentes que têm impulsionado a procura de novos processos, muito mais eficazes e inovadores.

Por outro lado, são o primeiro passo para redes inteligentes. Portanto, Big Data e economia de energia são o conjunto definitivo necessário.

Dessa forma, esses medidores são capazes de quantificar e comunicar consumos detalhados quase em tempo real para empresas de distribuição de eletricidade e usuários. Dessa forma, a implantação de medidores e redes inteligentes permite promover o uso responsável da energia e reduzir despesas para empresas e pessoas físicas.

O Big Data é um grande aliado dos distribuidores porque permite extrair previsões muito adequadas, através de dados de consumo, o que ajuda a oferecer um serviço personalizado adaptado ao consumo real.

Além disso, combinar a análise de dados com soluções de energia barata pode ser um sinal de energia livre em algum ponto. Ao combinar a oferta e a demanda de energia, as empresas de energia podem fornecer energia mais barata.

Usar Big Data para economizar energia é hoje uma realidade efetiva. Da mesma forma, pode ser uma forma eficaz de combater a poluição e o efeito estufa. Em que outro aplicativo você consegue pensar?