7 filmes no Netflix que todos os empreendedores devem assistir

Como qualquer outra pessoa, os empreendedores precisam de uma noite de folga de vez em quando.

E que melhor maneira de sair da rotina do que uma noite de Netflix? Mas mesmo uma noite comendo pipoca no sofá pode render uma grande inspiração se você assistir aos filmes certos, claro. Passar algumas horas recarregando as baterias podem ser revigorantes com esses sete filmes da Netflix.

1. Fyre: a grande festa que nunca aconteceu

Este documentário produzido pela Netflix é sobre a infame tentativa fracassada de realizar um festival de música em 2017 nas Bahamas. Ele se concentra na preparação para o desastroso evento, que deveria ser um festival de luxo de três dias, mas na realidade foi uma experiência horrível e medonha para as pessoas que pagaram uma boa grana para pode comparecer a festa. Vídeos engenhosos com influenciadores foram essenciais para ajudar o ‘Fyre Fest’ a vender 5.000 ingressos, mas, como o filme mostra, não havia absolutamente nenhum plano de proporcionar as experiências que os vídeos estavam promovendo. O filme oferece algumas lições importantes para empreendedores, em particular para qualquer pessoa interessada em usar o marketing de influência como uma forma de fazer sua empresa crescer rapidamente. Você pode contratar as celebridades e os influenciadores mais populares para promover sua marca, mas não é isso que fará de sua empresa um sucesso. Certifique-se de definir as expectativas que você pode realmente atingir e, acima de tudo, fornecer aos clientes uma experiência satisfatória.

2. Em busca da felicidade

Com base nas memórias de partir o coração de Chris Gardner, ‘Em busca da felicidade’ é sobre vencer a luta contra todas as probabilidades, mantendo-se fiel à sua bússola interna. A história detalha a luta de quase um ano de Gardner contra a falta de moradia enquanto criava seu filho e buscava um estágio não remunerado como corretor de imóveis. Às vezes, ele tinha que dormir em

um banheiro do metrô, enquanto lutava para vender scanners médicos de densidade óssea para ganhar algum dinheiro. Já se passaram décadas desde que este filme foi lançado, mas o assunto ainda é relevante hoje.

O que devemos aprender com este filme? Todos nós enfrentamos momentos de desespero (embora a maioria de nós tenha a sorte de nunca enfrentar as dificuldades extremas que Gardner teve de superar na história). Mas não importa o quão ruim as coisas fiquem, você tem que seguir em frente e acreditar no seu sonho.

3. Sim cara!

A premissa básica de ‘sim Cara!’ é simples: diga sim a tudo na vida. Isso porque a vida, com todo o seu caos, perigo e diversão, deve ser totalmente abraçada. No filme, Carl Allen é um homem que vive basicamente para dizer não a tudo. Completamente preso a uma mentalidade negativa, Carl participa de uma conferência de autoajuda baseada no conceito de dizer sim a qualquer pergunta lançada em seu caminho.

O que acontece a seguir é o resultado de Carl dizer sim a todas as oportunidades – o que é insano e muito divertido. No final, Carl percebe que levou o exercício do “sim” um pouco longe demais, mas ainda assim mudou para melhor.

Moral da história: Aproveite o dia, aproveite a vida, divirta-se e diga sim sempre que possível. Este filme é alegre, cheio de risos e tem uma grande mensagem inspiradora. É um lembrete para buscar um equilíbrio entre dizer sim e dizer não quando as oportunidades surgem em nosso caminho.

4. A Teoria de Tudo

O falecido Stephen Hawking foi um dos cientistas mais brilhantes e influentes de nosso tempo. Mas, além de abrigar uma mente científica exemplar, ele era um homem extraordinário. Hawking foi um lutador que superou o que deveria ser um caso fatal de doença de Lou Gehrig e passou a viver uma vida plena e realizada. Ele não tinha mais do que dois ou três anos de vida quando foi diagnosticado em 1964, mas a doença progrediu mais lentamente do que o esperado.

No entanto, Hawking ficou confinado a uma cadeira de rodas durante grande parte de sua vida e, à medida que sua condição piorava, ele teve que recorrer à um sintetizador de voz para poder se comunicar.

Principais conclusões: nunca pare de fazer perguntas. Hawking não permitiu que nada o detivesse ou o afastasse de seu objetivo de criar algo incrível em sua vida. Ele provou várias vezes que a vida pode nos dar grandes coisas se formos corajosos o suficiente para sonhar, acreditar e trabalhar duro. Se você adora uma ótima história de persistência e coragem, não deixe de assistir ‘A Teoria de Tudo’.

5. Steve Jobs

Desde o início deste filme biográfico, fica claro que Steve Jobs não estava prestes a seguir um caminho previamente desenhado para o sucesso. O filme é dividido em três partes, cada uma focada no período imediatamente anterior ao lançamento de um produto importante.

Essas cenas oferecem insights cruciais não apenas sobre o desenvolvimento profissional de Jobs, mas também sobre sua vida pessoal, muitas vezes tensa. Jobs foi um homem brilhante que gravitou em torno daqueles que compartilhavam de suas obsessões. Mas, como mostra o filme, ele nem sempre era bom em ‘jogar bem’ com os outros.

Alguns insights cruciais oferecidos pelo filme: O que Steve Jobs não tinha em habilidades, ele compensou em visão. Ele não era um programador de computador, um comerciante ou um engenheiro, mas sem ele, a Apple não existiria. Ele não se importava em ser contrariado e não se deixava cegar por paradigmas antiquados. Ele tinha uma visão onde a computação deveria ser acessível à todos e não permitiu que nada o impedisse de atingir esse objetivo.

6. O menino que aproveitou o vento

Este original da Netflix é baseado na história verídica de um menino que salvou sua cidade da fome ao construir um moinho de vento para fornecer água e eletricidade.

William Kamkwamba era um adolescente quando foi forçado a abandonar a escola no Malaui porque sua família não podia pagar a mensalidade. E quando a seca, o desmatamento, as enchentes e a fome atingiam sua aldeia, ele começou a buscar uma solução. Ele pegou livros emprestados da biblioteca de sua antiga escola e neles aprendeu sobre turbinas eólicas. No fundo, esta é uma história de inovação incrível.

O que os empreendedores podem aprender com essa história? A necessidade é a mãe da invenção e o conhecimento é poder. Além disso, todo empreendimento vem com risco inerente, mas todo risco cria novas oportunidades. A chave é que você não deve permitir que suas dúvidas o impeçam. Mesmo no fracasso, há lições a serem aprendidas e novos objetivos a serem alcançados.

7. A Origem

Este é um daqueles psicodramas convincentes de ficção científica que o farão pensar sobre a influência do subconsciente em nossas vidas despertas e o que a realidade realmente significa. No filme, Dom Cobb é um ladrão com a capacidade de entrar nos sonhos das pessoas e roubar segredos de seu subconsciente, uma habilidade muito valiosa no mundo da espionagem corporativa.

Ele tem a chance de ter seu histórico criminal apagado se usar uma ‘inserção’ para implantar a ideia de outra pessoa no subconsciente de seu alvo. No entanto, como Cobb está bem ciente, a mente subconsciente repelirá as tentativas de inserção, especialmente se a ideia plantada não for autêntica e profunda o bastente. O enredo explora a ideia de “compartilhar sonhos”, conectar-se com outras pessoas em um nível muito mais profundo e ser capaz de explorar as crenças centrais de alguém.

Visto do ponto de vista de um profissional de marketing, A Origem (Inception, no orinigal em inglês) oferece vários insights importantes. Por um lado, toda startup que está tentando levantar dinheiro de investidores está essencialmente tentando vender um sonho e esperando fazer com que os investidores vejam esse sonho como se fosse seu. O marketing de sucesso também se baseia na ideia de uma mensagem autêntica e bem elaborada que ressoa com um público-alvo bem definido. Feito corretamente, o “marketing de inserção” exerce uma influência sutil sobre o público, por isso parece natural, quase como se fosse uma ideia concebida por eles mesmos.

Leave a Reply