Pin It

Testei e aprovei o smartphone #Zenfone5

Aqui no blog não me lembro de ter falado sobre, mas quem me segue nas redes sociais sabe que sou usuária fã de Android desde a versão 1.5 do robozinho verde. Ao contrário do que alguns amigos acham, não tenho nada contra a plataforma iOS, inclusive reconheço as suas vantagens, mas acho imbatível as possibilidades de customização do Android, assim como a grande oferta de gadgets que possibilitou que smartphone não fosse mais um “artigo de luxo”.

Os smartphones Android trazem uma ampla oferta de aparelhos para todos os gostos e bolsos, e vejo com muita alegria a recente oferta de aparelhos intermediários com maiores funcionalidades a valores acessíveis (abaixo de 1 mil reais). E é exatamente o custo-benefício o maior diferencial do Zenfone 5, que recebi para testar alguns dias antes do lançamento aqui no Brasil há cerca de 30 dias atrás.

O ASUS Zenfone 5, primeiro smartphone da marca taiwanesa fabricado e vendido no Brasil desde 15 de outubro, oferece alto desempenho com o processador Intel® Atom Z2560 multi-core de 1.6 GHz, tela HD de 5″, e uma função bem rara para os intermediários, é dual chip, e com os seus 2GB de RAM não fica engasgando quando você troca muito entre os aplicativos.

Com a ajuda do app SHAREit fiz a cópia dos meus aplicativos utilizados no smartphone anterior que não haviam sido recuperados na hora que fiz as configurações iniciais. Assim que iniciei o uso, recebi o alerta de atualização para a versão 4.4 do Android.

wpid-atualização-do-zenfone5-android-4-4.jpg.jpeg

Uma das coisas que me chamou a atenção já nos primeiros testes foi a rápida resposta do touchscreen, e de como os 2gb de RAM faziam bonito ao manter os meus quase 10 apps abertos ao mesmo tempo. E se começava a ficar lento era fácil, bastava usar o widget de limpeza manual da memória RAM, veja no print abaixo que tmostra também uma pasta com os serviços da Asus já pré-instalados.

Minha tela inicial do Zenfone5

Uma boa sacada foi oferecer um aparelho intermediário com a opção de 2 chips, acredito que o modelo fará sucesso entre aqueles usuários que acabam comprando 2 celulares para aproveitar as promoções das operadoras. Outra função bacana é o Modo Fácil, não sei vocês, mas eu sempre ouvi reclamação que uma desvantagem dos Androids é o quão são confusos com suas diversas telas (na verdade entendo como personalizáveis), mas facilitar o uso com certeza é um diferencial para quem está chegando a pouco no mundo dos smartphones ou simplesmente não está a fim de ficar organizando e personalizando suas telas.

zenfone5 - modo fácil.jpg

A câmera traseira de 8 megapixels com tecnologia PixelMaster é um show a parte, cheia de recursos e filtros para quem quer tirar o máximo de suas fotos digitais.

wpid-recursos-câmera-zenfone5-.jpg.jpeg

Fotos que tirei com muitas luz natural na configuração automática ajustada pelo sensor PixelMaster:

wpid-foto-com-muita-luz-natural-usando-o-zenfone5-.jpg.jpeg

wpid-foto-c-muita-luz-natural-usando-o-zenfone5-.jpg.jpeg

Foto tirada de aproximadamente uns 15 metros de distância usando o máximo do zoom:

wpid-foto-com-zoom-usando-o-zenfone5-.jpg.jpeg

O aparelho que recebi conta com 8 GB de memória interna expansível com cartões microSD de até 64 GB. Como fui logo tirando um monte de fotos e instalando diversos aplicativos, em umas 2 semanas fiquei sem espaço de armazenamento, já que o sistema operacional ocupa cerca de 3gb, para a maior parte dos usuários isso não deve ser um problema, mas se você tem um perfil de uso intenso, instale o cartão de memória (o que deu para perceber eu não fiz de cara, rs).

Depois de 1 mês de uso o meu veredito: super recomendo para quem busca um aparelho intermediári cheio de recursos e com um ótimo custo-benefício. Principalmente depois que soube que a previsão de atualização para Android 5 (Lollipop) no início de 2015

Senti falta de algo? Sim, do 4g, que ficou de fora por uma escolha estratégica da Asus, oferecer essa tecnologia que ainda está disponível para poucos usuários, encareceria o produto.

Ainda neste mês de Novembro a linha contará com novos modelos: um com processador Intel de 1.2 GHz, 2 GB de RAM e 8 GB de memória interna por R$ 599, além de outro com processador Intel de 1.6 GHz, 2 GB de RAM e 16 GB de memória interna por R$ 699. O ASUS Zenfone 5 está à venda na nova loja online da ASUS, em http://loja.asus.com.br e também em grandes redes varejistas como FastShop, Kalunga e Fujioka.

Se interessou e quer saber mais? Sugiro os post  da @smiletic e do @movebla que também receberam o aparelho para testes e contaram em seus blogs. Confira também a avaliação do CanalTech e do Technoblog.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: