Pin It

Troque garrafa PET e latinhas por crédito no bilhete único em São Paulo

Tem forma mais eficiente de incentivar a reciclagem do que oferecendo um beneficio para o cidadão? No mundo perfeito as pessoas se engajariam por saber que é o melhor para todos, mas no mundo real ainda não é bem assim. Mas tudo bem, sabemos que é um processo.

É aí que entra iniciativas como o Retorna MachineTrata-se de um programa de fidelidade atrelado ao depósito de embalagens e garrafas vazias em máquinas instaladas em shoppings e estações de metrô em São Paulo – ideias parecidas estão sendo executadas também no Rio de Janeiro, onde os materiais recicláveis são trocados por passagem.

Participar do programa é simples. O usuário deve cadastrar gratuitamente uma conta no site ou aplicativo da Retorna Machine e depositar o material reciclável na máquina, que computa instantaneamente os pontos do benefício.

Resíduos PET valem 10 pontos (exceto copos de 300ml do mesmo material, que valem 5) e alumínio valem 15. A cada 100 pontos, o usuário pode resgatar R$ 0,35 em créditos no bilhete único, direto da máquina.

Os pontos de depósito de material reciclável estão instalados na estação Sé do metrô, rodoviária do Tietê e nos shoppings Butantã, Metrô Santa Cruz e Jardim Sul. Além dos créditos no bilhete único (para ser utilizado no pagamento de passagens no transporte público), usuários atendidos pela AES Bandeirantes, podem optar por descontos na conta de luz.

Nota: fiz as contas aqui e são necessárias 100 garrafas PET para acumular crédito suficiente para o pagamento de 1 passagem de ônibus.  Mas é um começo né.

[update] 

Entramos em contato com a Triciclo, empresa responsável pela gestão do programa,  para responder alguns questionamentos feitos nos comentários deste post. Eles nos informaram que:

  • Uma parte dos resíduos coletados pelo programa é doado para cooperativas de catadores (Coop. Vira-Lata) e outra parte é comercializada para empresas privadas, fomentando o setor de reciclagem;
  • A expectativa é ampliar para 20 pontos de troca ainda no primeiro trimestre de 2016.

Andei pensando aqui e acredito que provavelmente o principal benefício do programa é conscientizar a sociedade que além da questão ambiental, quando jogamos resíduos no lixo comum, estamos literalmente jogando dinheiro no lixo.

[/update] 

* foto: Débora Spitzcovsky

74 comentários sobre “Troque garrafa PET e latinhas por crédito no bilhete único em São Paulo

  1. Pingback: Materiais recicláveis são trocados por crédito no bilhete único ou descontos na conta de luz em São Paulo |

  2. Miyuki Higa

    Povo gosta de reclamar de tudo né… Vc já vendeu latinhas ou garrafas pet nesses locais que compram? São muitos sacos de lixo cheios pra conseguir 10 reais.

    Pense, vc compara Europa e Brasil, realidades muito diferentes, pra chegar a conseguir fazer as compras do mês é preciso começar de algum lugar, tudo é construido com o tempo, nada se constroi de 1 dia pro outro.
    E se este esquema não vinga?
    Tem vários "E se" que precisam cair nessa iniciativa ainda.

    Não é não ter pensamento crítico, mas né, convenhamos..

  3. Edgar Fonseca

    Miyuki Higa entendo e concordo com o que diz e tambem nao vejo sentido nessas comparações Brasil – Europa. Mas você tem noção do que é juntar 100 garrafas pet pra ter 3,50? O ponto é que sim, é tao ridiculo os créditos de retorno que chegam a simplesmente inviabiabilizar o projeto, de fato, quem de fato se desloca até esses poucos pontos carregando 100 garrafas pet para ganhar 3,50 (o que no mínimo gastou só pra chegar até o lugar)

  4. Willian Araujo

    Miyuki Higa Já vendi muitas garrafas, latas de alumínio, papelão e fio de cobre, garanto que o meu retorno por cada quilo era muito mais.
    A primeira vez que eu vi isso na Alemanha achei incrível e gostaria de ver no Brasil, mas infelizmente aqui nosso país, onde chegar a ter uma maquina desse porte com tantos benefícios para a sociedade e meio ambiente exige tantas taxas e impostos por cada centímetro que nela existe a ponto de chegar tão pouco o beneficio para a sociedade.
    Essa questão de realidade sobre isso é possível sim, "alguém" de Brasília colocar uma lei sobre reciclagem no geral e incluindo benefícios que agrada o bolso brasileiro, pois é assim que funciona aqui e em qualquer lugar.
    Iniciativa não começa do nada, é um processo muito grande até chegar a fazer um artigo sobre, mas o nosso país tem capacidade de sobra só que depende quem esta no poder…

  5. André Hora

    Você está certo, é não é reclamação, é simplesmente uma coisa idiota que não compensa. Você precisa levar 100 garrafas para ter o reembolso de uma condução. Você vai precisar no mínimo de um carro pra fazer isso. Muito imbecil no Brasil acha que porque o governo/prefeitura te dá algo, você precisa aceitar sorrindo como um miserável passa fome. O que o governo/prefeitura pagas pra tirar essas garrafas do esgoto e dos rios é um valor inifinitamente maior que esse reembolsado. Que o reembolso de 10 garrafas fossem pelo menos um almoço no Bom Prato, isso incentivaria muito catador a limpar a cidade.

  6. Paulo Barreto

    O grande problema é sempre analisarmos qualquer situação somente com a ótica monetária. Devemos pensar que estamos fazendo isso não só pelos pontos ou retorno financeiro e sim para ajudar o meio ambiente de uma forma sustentável e inteligente. Hoje quando jogamos nossas garrafas no lixo quanto ganhamos ?

  7. Paulo Barreto

    O grande problema é sempre analisarmos toda e qualquer situação somente com a ótica monetária. Devemos pensar que estamos fazendo isso não só pelos pontos ou retorno financeiro mas também para ajudar o meio ambiente de uma forma sustentável e inteligente.
    Hoje quando jogamos nossas garrafas no lixo quanto ganhamos ?

  8. Graziela Gonçalves

    Nossa adoreiii o projetooo!!! Super apoio e digo mais PAREM DE RECLAMAR E QUERER FUNDOS LUGRATIVOS,DEVEMOS FAZER ISSO PELO MEIO AMBIENTE ,PELO AMANHA DE NOSSAS VIDA E PELO FUTURO DE NOSSOS FILHOS! Isso é o comeco de algo que pode se tornar muito melhor daqui um tempo. Pelo menos saiu do papel e tem pessoas querendo ajudar a nossa natureza e a mae terra de alguma forma. Parem de pensar so em dinheiroooo!!! Gente chata e egoista !

  9. Nicholas Farinaccio Granata

    e as pessoas que vivem do dinheiro dessas latinhas e garrafas pet's q elas recolhem nas praias, nas ruas, pois as pessoas são insuficientementes capazes de jogar a mesma fora…
    O que essas pessoas irão fazer, com o unico sustento delas está sendo trocado por crédito no bilhete único, sério isso gente? vamos pensar um pouco nos outros, e não só pensar em sí mesmo 🙂

  10. Diomedes Tedesco

    Jaja o Sindicato dos catadores de latinhas e garrafas fará uma manifestação por estar tirando o trabalho dos outros e mimimimi! Ótima iniciativa, agora quem sabe o paulistano (NÃO TODOS) aprende a não jogar na rua, já que vale alguma coisa!

  11. Diomedes Tedesco

    Jaja o Sindicato dos catadores de latinhas e garrafas fará uma manifestação por estar tirando o trabalho dos outros e mimimimi! (Sarcasmo, porque esses trabalhadores nem são valorizados)! Ótima iniciativa, agora quem sabe o paulistano (NÃO TODOS) aprende a não jogar na rua, já que vale alguma coisa!

  12. Luiz Santos

    A iniciativa não é para você lucrar, e sim, que ao invés de jogar a latinha ou garrafa pet no chão, como muitos fazem, você guarda e coloca na máquina quando for pegar o metrô. Mas concordo que a taxa de retorno deveria ser um pouco maior, pelo menos o dobro. Mas ainda estão no início. Se ficarem populares, pode ser que consigam dar um retorno maior.

  13. Leni de Macedo

    Que o retorno é lento/demorado, ah isso é, mas se analisarmos no sentido de reciclagem, limpeza e organização, vale muito a pena. Quantas garrafas estão jogadas nos bueiros/esgotos/rios….. milhares, se todos fizermos um pequeno esforço, com certeza o retorno será em, menos poluição, sujeira. Até nem me importo de levar algumas garrafas hoje, um pouco amanhã… se os pontos forem acumulando, uma hora vai valer a pena. Só de ver a minha Sampa mais limpa, já vale!

  14. Re Luara

    Realmente a iniciativa e boa, mas pelo amor de Deus quem e que vai perder o tempo de juntar 100 latinhas…Aqui na Alemanha, cada garrafa de agua pequena sao 0,25 e garrafa de 1.5L – 0.50, garrafa de cerveja 0,08. Ou o Brasil faz o calculo por centavos direto ou isso ja esta fadado ao fracasso. Nao esqueca que as pessoas gostam de comodidade.

  15. Cesinha Cesinha

    Bom, se 1 kg de latinhas aluminio de 350 ml correspondem à 60 latas (nao dizem o tamanho), sendo que cada aluminio vale 15 pontos. E 1 kg vale $ 3,50. Entao:
    60 x 15 = 900 pontos
    900 x 0,35 = $ 3,15
    Compensa mais tomar todas as 60 latinhas, guardar e vender pro moço da reciclagem que passa 1 vez ao mes comprando ferro velho. E ainda posso degustar o conteudo com moderação. To no lucro
    Obs- isso é somente uma comparação, o importante é a conscientização do reciclavel…

  16. Li Carvalho

    Nicholas a questão não é tirar dos catadores de reciclável e sim consciêntizar as pessoas da importância do descarte, já que não temos medidas ecológicamente corretas ainda é um começo para que se torne hábito deixar seu material reciclável nos lugares corretos, afinal nas inundações de SP vemos milhares e milhares de lixo junto as águas.

  17. Lila Vidal

    E como sempre o que mais importa é o que se ganha com isso. Aff… pelo amor! Trata-se de uma questão ambiental envolvida. Não só pelo credito da passagem, mas como uma iniciativa em reciclar materiais como estes de uma forma consciente.

  18. Lila Vidal

    Miyuki Higa Brasil tem muito arroz com feijão para se comer, quando se compara com o "mundo velho", a Europa. Não tem comparação. Você está certissima no seu comentário. Sou super a favor também!

  19. Marlei Pirozelli Navalho

    Concordo com o Edgar e com o Willian. Querem conscientizar a população na marra? Então ofereçam algo que valha a pena. Ninguém vai se deslocar até um posto cheio de garrafas ou latas para não conseguir nem o retorno do ônibus. E as pessoas que não tomam ônibus e não são beneficiadas pela AES Bandeirantes, vão reciclar para quê?

  20. Carolina Vaz

    Mas gente e as pessoas que pegam essas garrafas na rua pra venderem e ganharem o dinheirinho suado delas? Catadores de garrafas, pessoas de baixissima renda? Sim.. legal o projeto pra concientizar as pessoas sobre o meio ambiente, mas e as outras? As que não tem nem bilhete pra carregar? Sei lá só fico preocupada com os que ninguém nota.

  21. Cicero Correia

    Engraçado o ser Humano somente tomam iniciativa a favor da natureza, querem algo em troca!!!
    Haverá um tempo quando a humanidade evoluir espiritualmente, que por si cuidara da natureza como uma benção, e também todas as outras coisas.
    Vamos nos mesmo cuidar da natureza, não precisamos da iniciativa do governo

  22. Christiane De Simone

    Juntei recicláveis por 3 meses, em casa, e levei a um posto de recebimento da eletropaulo, no Jaguaré. A proposta é boa, mas não cobriu nem meu combustível: $4,00. Esse foi o desconto que terei na minha conta de luz, que passa de $300,00. Fazer o quê?!?! Valeu a intenção!

  23. Pingback: Incentivo à reciclagem de materiais e ao transporte público (mais mobilidade urbana) - Wordpress CherryFramework

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: