Pin It

Como depois de participar de um evento para blogueiros resolvi entender melhor o que é pré-diabetes

Recentemente participei de um encontro com blogueiros promovido pela Sanofi que contamos com uma ótima palestra da Dra. Denise Franco e conhecemos o iBGStar, glicosímetro que chega este mês no Brasil e que propõe facilitar o controle do monitoramento da glicemia. Contarei mais detalhes sobre o glicosímetro ainda neste post, mas primeiro quero falar sobre o motivo que fez com que eu me interessasse pelo evento, a pré-diabetes de minha mãe.

Você sabia que a pré-diabetes afeta 12% da população brasileira mas que é possível evitar que se torne uma diabetes de fato?

A pré-diabetes é uma condição que, como o nome já diz, precede a diabetes tipo 2, que acomete 16% dos brasileiros na faixa dos 55 aos 64 anos, e quase 20% dos que passaram dos 66 anos, mas que pode ser reversível se forem adotados hábitos de vida mais saudáveis. A situação ocorre quando a taxa de açúcar no sangue varia entre 100 e 125 mg/dl. A partir daí, a pessoa já é considerada diabética.

O teste de glicemia da foto acima feito com o iBGStar é da minha mãe, neste dia a taxa de glicemia dela estava bem alta, resultado da “escapadinha” da dieta durante uma viagem em Minas Gerais (quem nunca?). Geralmente os testes de glicemia dela fica entre 100 e 120 mg/dl, mas um resultado assim mostra que precisamos redobrar os cuidados.

O infográfico abaixo explica melhor a pré – diabetes:

O que é a pre-diabetes
(fonte: site do Bem Estar)

Este artigo do Portal do Endócrino traz outras informações importantes sobre fatores de risco, prevenção e cuidados, super recomendo a leitura.

Depois de ler o artigo acima e ver os principais sintomas, resolvi fazer o teste no meu marido, veja o resultado abaixo:

prediabetes-teste no bgstar

Vamos repetir por alguns dias seguidos e procurar o nosso médico para investigar. Agora te pergunto: em algum momento na vida você já fez o teste de glicemia?

Leia também:
90 por cento dos casos de diabetes poderiam ser evitadas com um estilo de vida saudável http://www.soudiabetico.com.br/noticias/90-por-cento-dos-casos-de-diabetes-poderiam-ser-evitadas-com-um-estilo-de-vida-saudavel

Cartilha do Ministério da Saúde http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diabetes_mellitus.PDF

Mas agora voltando ao motivo pelo qual fiz toda essa pesquisa: os glicosímetro da Sanofi.

Apesar de não ser “iphone user”, o que eu estava mais curiosa de conhecer era o iBGStar, aquele da foto do começo do post e que parece um pendrive. Ele sozinho já facilita muito a vida de quem precisa fazer um controle rigoroso da glicemia. Mesmo sendo tão pequeno é possível fazer a medição com segurança e descrição. Mas é conectado ao iPhone que ele se torna uma poderosa ferramenta para auxiliar diabéticos e médicos. Ao sincronizar com o aplicativo, é possível acessar e compartilhar com o médico de confiança o histórico das medições além de gráficos com controle glicêmico, contagem de carboidratos e unidades de insulina.

No vídeo feito pelo Blog do iPhone ao final do evento,dá pra ver o iBGStar funcionando e conferir algumas explicações dadas pela especialistas da Sanofi:

Segundo a Sanofi testes já estão sendo efetuados para em breve disponibilizar o aparelho para outras plataformas como Android e Windows Phone. Mas enquanto isso uma boa opção é o BGStar (este da segunda foto do post), além de fazer o teste de glicemia, na tela é possível consultar as estatísticas de 14 dias, médias de 14, 30 e 90 dias, médias de pré e pós-pradial, além de gráficos de tendências de 1 mês, 2 semanas e 3 dias.

Quer saber mais? Confira o posts dos outros blogs que também participaram do evento:

 

Comments

comments

Um comentário sobre “Como depois de participar de um evento para blogueiros resolvi entender melhor o que é pré-diabetes

  1. Pingback: Adocantes são seguros?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: