Pin It

Porque você deveria pensar em tirar o saleiro da mesa

O sódio faz parte de uma vida saudável, é essencial à funções básicas do organismo, como regular o ritmo cardíaco e o volume de sangue no corpo, mas é preciso equilíbrio (como tudo na vida né?), pois em excesso aumenta o risco de hipertensão, doenças cardiovasculares e renais.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde indicam que o consumo de sal diário deve ser de no máximo 5  gramas por pessoa, sendo esta quantidade suficiente para atender às necessidades de iodo.  O problema é que o consumo médio do brasileiro está entre 10 a 12 gramas/dia.

Sou daquelas que fica comparando os rótulos dos alimentos para verificar a quantidade de sódio (já falei sobre aqui), e fico feliz em saber que desde 2011 o governo federal mantem acordos com a Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia) para reduzir gradativamente as quantidades de sal presentes em alimentos industrializados. Segundo o governo, entre 2011 e 2012 foram reduzidas 1.295 toneladas de sódio em 3 tipos de alimentos: pão de forma, bisnaguinhas e macarrão instantâneo.

Só que de nada adianta ficar de olho nos industrializados e se esquecer do sal de mesa. Até porque de acordo com o Ministério da Saúde, 70% do sal consumido pelo brasileiro vêm da alimentação feita em casa e 30%, de produtos industrializados.

E foi sobre o sal nosso de todo dia e a importância do equilíbrio da nossa alimentação cotidiana, que participei no mês passado de um encontro com o  grupo de blogueiros do Viva Positivamente, a plataforma de sustentabilidade e qualidade de vida da Coca-Cola Brasil. Participamos de um workshop com a nutricionista Maria Cecilia Corsi, especialista em nutrição clínica, que há 5 anos criou o conceito Liv Light, que combina pontos essenciais da nutrição para uma alimentação saudável.

workshop vivapositivamente com maria cecilia corsi

 

Lá em casa já consumimos pouco sal, mas não é raro eu ouvir reclamação da turma viu, que sempre acha que eu deveria ter colocado só um pouquinho a mais de sal. Uma das dicas da Maria Cecilia para driblarmos este hábito é usar e abusar das ervas e especiarias, ou combiná-las, como no caso do sal-de-ervas.  É possível também optar por tipos de sal com um menor teor de sódio, como o sal do himalaia.

Quer saber mais sobre como comer bem com pouco sódio? Após o nosso workshop a Dra. Maria Cecilia compartilhou algumas de suas dicas em um hangout com moderação da jornalista e blogueira Sam Shiraishi:

 

Confira as fotos do encontro:

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: