Pin It

Fuleco? Aqui em casa é tatu-bola mesmo….

Acabei de contar aqui no blog que ADORO ver jogos da Copa do Mundo, e por um único motivo,  ver as pessoas unidas por um mesmo desejo, se emocionando e vibrando em uma mesma sintonia. Contei também de um projeto, o Imagina na Copa, resolveu aproveitar esta vibe para dar visibilidade as pessoas que não ficam só reclamando, mas “jogando” todos os dias para mudar a vida das pessoas para melhor.

E falando em copa, aqui em casa já estamos entrando no clima. Ganhei em um sorteio entre os colaboradores do Portal Viva Positivamente, uma pelúcia do mascote da copa. E como ele é fofo……

Já fico aqui pensando nas animações que veremos ao longo da copa. Como será que irão incorporar as principais características dos brasileiros? Lembra quando contei que participei de um papo sobre brasilidade quando lançaram o concurso cultural que perguntava como o mascote poderia ser o mais brasileiro de todos os brasileiros?

Enquanto a copa não chega, meus torcedores mirins deram logo um jeito de caracterizá-lo para as disputas que acontece hoje (Corinthians no Mundial e São Paulo na Copa Sul Americana), afinal ainda falta quase 2 anos para unirmos a torcida.

Por aqui ele é chamado de tatu-bola mesmo, porque Fuleco…. sem comentários. A escolha por sinal (do mascote, não do nome), me traz boas lembranças da minha infância.

Quando minha família voltou para São Paulo em 1984, fui morar em uma casa aonde o espaço que tínhamos para nossas brincadeiras era um quintal coberto com grama e uma grande goiabeira, de onde eu costumava ficar contando os vagões do trem,  já que a linha férrea era do outro lado da rua.

Por conta da grama e da árvore, sempre tínhamos alguns bichinhos por perto, e claro que eu como criança muito da curiosa, vivia a caça das joaninhas e de tatuzinhos, ficava colocando o dedo no casco para eles virarem bolinha. Juro que eu não era malvada, só queria “cuidar” deles, rs.

Será que ele vai dar sorte se ver comigo a final no domingo? Vou testar primeiro na final do São Paulo hoje (desculpe aí Gabriel).

 

Comments

comments

2 comentários sobre “Fuleco? Aqui em casa é tatu-bola mesmo….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: