Pin It

As Fábricas de Cultura da Zona Leste oferecem cursos e programação cultural para todas as idades

Moro na zona leste de São Paulo há quase 30 anos, e muitas vezes ouvi falar que falta opções culturais na região. Olha, realmente a oferta é pouca para o tamanho da população, mas falta também uma comunicação eficiente para divulgar o que temos de bacana.

Um dos espaços que tenho mais comentado por aí (sim, sou daquelas que fico indicando as coisas em conversas no ônibus, trem, e filas em geral), são as Fábricas de Cultura da Zona Leste, com unidades no Itaim Paulista, Vila Curuça, Cidade Tiradentes, Vila Curuça e Pq. Belém, sendo que essa última, a que frequento com meus filhos (e da foto de destaque deste post).

Fábricas de Cultura Zona Leste SP

As Fábricas de Cultura são espaços mantidos pela Secretaria de Cultura de SP. Por algum motivo que eu não achei ainda, as unidades da Zona Leste são menos divulgadas do que as da Zona Norte, veja todas as unidades aqui. E não é mimimi meu, existe até duas fanpages diferentes para divulgá-las, mas deixe isso pra lá, vamos ao que importa.

Com aulas de iniciação artística nas áreas de música, teatro, circo, dança, multimeios, xadrez e artes plásticas, as Fábricas servem também como espaço para difusão cultural, abrigando espetáculos para toda a comunidade nos fins de semana, além de oferecer biblioteca com mais de dois mil títulos. O vídeo abaixo mostra uma das atividades realizadas no final do ano passado, a Batalha do Passinho do Romano, um estilo de dança digamos, bem curioso, que surgiu aqui no extremo leste.

Conheci a unidade Pq. Belém durante as férias de julho de 2014, e já durante as oficinas de férias minhas filhas escolheram aprender violão:

 Seis meses depois fiquei eu lá babando na primeira apresentação das filhotas:

O espaço é super democrático e tem programação para todas as idades. Durante as férias de janeiro e julho é só chegar alguns minutos antes do inicio das atividades para poder participar dos atelies (é preciso ser usuário cadastrado, leve seu RG e um comprovante de endereço). Na Biblioteca tem oficinas, workshops e atividades especiais, como filmes comentados (eles assistem a um filme e depois fazem um mini-debate). Agora para os cursos regulares, fique de olho no início das matriculas.

Dica: caso não consiga vaga para a sua oficina preferida, algumas são muita disputadas, tente outra que tenha vagas, não perca a oportunidade, e outra, quem já é usuário tem prioridade na rematricula 😉

Confira aqui todas as unidades e os horários de funcionamento.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: