Pin It

Cine Holliúdy, um causo para rir e se emocionar

Sabe aqueles filmes que você já vai assistir preparado para rir? Pois bem, eu ri sim, e muito, mas também me emocionei, a ponto de sair com os olhos lacrimejados da sessão de pré-estréia.

Cine Holliúdy conta a história de um sonhador, daqueles que não desiste, talvez porque seu sonho seja exatamente proporcionar a outros aquele momento de magia, que nos faz acreditar que é possível continuar sonhando.

 

O filme retrata as exibições mambembes de cinema no interior do Ceará na década de 1970, no período em que a popularização da TV começava e ameaçava os cinemas nas pequenas cidades. Nesse contexto, Francisgleydisson, interpretado por Edmilson Filho, resolve lutar para manter viva a paixão pela sétima arte, com criatividade e o humor cearense, para isso conta com o apoio de sua esposa e filho.
Com um amplo vocabulário do autêntico “cearensês”, humor, referências às artes marciais, história do cinema e do Ceará, Halder Gomes reavivou o cenário e as memórias da infância no município de Senador Pompeu, a 275 km de Fortaleza, filmando o longa.

Me vi na cena que mostra a TV na praça pública (por sinal escrevo este post da cidade em que vivi este fato, Iapu-MG), mas principalmente me emocionei com a história contada sem a obrigação de seguir modelos prontos, mas com um jeitinho de “causo” do interior, com sotaque e tudo sabe?  Mas não aquele sotaque forçado dos humorísticos, e sim um “cearensês” que leva para as telas o jeito tipico da fala daquela região, o filme tem legenda e tudo para facilitar o entendimento.

O filme para mim foi mais que uma história, foi ver na tela uma lembrança emotiva, não uma lembrança minha, pois não conheço a região, mas ver um filme contando uma história interiorana com toda aquela delicadeza e afeto, fez com que eu fizesse um “link” com todas as histórias (causos) do interior de Minas de onde vem a minha família.

Não sei se consegui me explicar, só sei que foi assim, rs.

Ande tonha! E confira este filme espilicute, será diferente de tudo que você já viu. Depois me conte o que você achou, fora ter rido muito claro 😉

PS: Hoje (21/12), o filme será exibido na Globo, nunca vi um filme ir tão rápido do cinema para as telinhas.

Comments

comments

Um comentário sobre “Cine Holliúdy, um causo para rir e se emocionar

  1. Pingback: Imagine filmes acessíveis para deficientes visuais (por @alinekelly)A Vida Como A Vida Quer | A Vida Como A Vida Quer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: